O Que Causa Um Tsunami?

O Que Causa Um Tsunami?

Fonte: Imagem fictícia da internet

O que causa um tsunami? … Um tsunami ou maremoto é uma grande onda oceânica causada por um súbito movimento do assoalho oceânico. Esse movimento repentino poderia ser desencadeado por um terremoto, por uma poderosa erupção vulcânica, o impacto de uma grande meteorito, ou até mesmo um deslizamento de terra submarino.  Os tsunamis viajam através do oceano aberto a grandes velocidades se tornando cada vez maiores e mais mortais a medida que as ondas alcançam aguas mais rasas em direção a costa.

Zonas de Subducção são Áreas Potenciais para a Geração de Tsunamis

A maioria dos tsunamis são causados por terremotos gerados em uma zona de subducção, que são áreas de convergência de placas tectônicas onde uma é forçada a deslizar para baixo da outra em direção ao manto pelas forças da tectônica de placas. A fricção entre a placa que está sendo subductada e a placa que está cavalgando é enorme. E este atrito evita que o processo de subducção ocorra de forma constante fazendo com que as duas placas fiquem “presas” uma na outra.

Geração de Tsunamis, por: USGS.

Energia Sísmica Acumulada

Como a placa presa continua a forçar sua descida em direção ao manto, o movimento provoca uma lenta distorção na placa superior. O resultado é uma acumulação de energia muito similar a energia armazenada em uma mola comprimida. Esta energia pode ser acumulada na placa cavalgante por um longo período de tempo, de décadas ou até mesmo séculos.

Geração de Tsunamis, por: USGS.

Terremoto Causa o Tsunami

A energia é acumulada na placa superior (cavalgante) até exceder a força de atrito entre as duas placas presas. Quando isto ocorre, a placa superior retorna a sua posição indeformada de forma súbita e violenta deslocando uma enorme quantidade de agua e provocando o tsunami.

Geração de Tsunamis, por: USGS.

Um Tsunami Alcança Longas Distâncias a partir do Epicentro

A onda em movimento começa a viajar para longe de onde o terremoto ocorreu. As aguas atravessam bacias oceânicas, e ao mesmo tempo, alcançam e inundam as áreas de litoral recém rebaixadas.

Geração de Tsunamis, por: USGS.

Os Tsunamis Viajam Rapidamente Através de Bacias oceânicas

Tsunamis vaijam rapidamente pelo oceano aberto. O mapa a seguir mostra como um tsunami produzido por um terremoto ao longo da costa do Chile em 1960 viajou pelo Oceano Pacífico, chegou ao Havaí em cerca de 15 horas e ao Japão em menos de 24 horas.

USGS.

Tsunami “um Trem de Ondas”

Muitas pessoas têm a crença equivocada de que tsunamis são formados apenas por uma grande onda oceânica, mas, ao contrário do que se pensa, tsunamis são constituídos por múltiplas ondas em série. O gráfico a seguir mostra um registro de maré de Ogawa, Japão, começando na época do terremoto de 1960 no Chile. O tempo é plotado ao longo do eixo horizontal e o nível da agua no eixo vertical.

Observe o aumento e queda normal da superfície do oceano causado por marés, na primeira parte do gráfico. Em seguida, são registrados algumas ondas um pouco maiores do que o normal, seguido de várias ondas muito maiores.

USGS.

E além deste, em muitos eventos de tsunami se tem o registro de que o litoral é atacado por uma série de ondas e não apenas por uma grande onda isolada.

 

Nota: O post veiculado acima é uma tradução livre da matéria feita pelo Geology.com.

Siga-nos: Geologando no Facebook | Geologando no Instagram

 

2 comentários

  1. Bianca em outubro 20, 2017 às 3:32 pm

    Muito bem explicado! Amei!

  2. FERNANDES-MOCA, J.M. em agosto 10, 2018 às 3:00 pm

    Tsunamis não são ondas gigantes. Ondas gigantes morrem na praia e são surfadas pelos surfistas.
    Tsunamis são resultantes do deslocamento radial do gigantesco volume de água suspenso acima do nível do oceano pelo fato de ter havido suspensão de placas oceânicas pressionadas pelo magma. As águas que haviam invadido, após algum tempo, começam a recuar porque houve a difusão radial da água e o nível do oceano passa a voltar ao normal
    A Terra recupera-se lenta e inexoravelmente da deformação causada por uma colisão planetária na qual perdeu a maior parte da massa e da crosta ficando com uma massa bem menor e que luta para recuperar a esfericidade.
    Nada na Geofísica, Geologia e Paleontologia e em parte da Astronomia da Astrofísica e da Astrobiologia faz sentido sem ser à luz da teoria da colisão planetária de Vênus com a Terra, há 600 milhões de anos, e que pode ser vista em VenusTerra.com.br. FERNANDES-MOÇA J.M. Para saber mais sobre terremotos acesse: http://www.venusterra.com.br/porquehatectonismoglobal.html, http://www.venusterra.com.br/aorigemdastsunamis.html, http://www.venusterra.com.br/perguntasmaisfrequentes.html

Deixe seu comentário